Veg in Salzburgo

salzburgo comida vegetariana

Antes de chegar na Austria, a imagem que tinha de lá era da fantastica terra do strudel de maça, a.k.a. Apfelstrudel. De fato em Salzburgo dá pra parar e comer um docinhos destes com café em praticamente qualquer esquina, mas a cidade é bem mais que isso. É uma gracinha e vale a pena um dia de visita. Acho que mais que isso só se houver um interesse específico, sei lá.. ficar fazendo tour do Mozart…  Vai sabel, né! De qualquer jeito, gastronomicamente, foi uma ótima surpresa! Continuar lendo

Anúncios

Vegan Rockstar chefs

vegan chef volker mehl

Como eu tava falando no meu ultimo post há milênios atras, Berlin tá super bundalado como capital vega. O happy cow, um site de busca de restaurantes veg friendlys muito respeitado por este blog, definiu a cidade como “A cidade mais amigável para vegetarianos no mundo“, ganhando de capitais super veg, como Nova Iorque e Londres. É lindo, é vega, é super eco. Dá até vontade de comemorar com pizza de queijo vegan e esquecer o tanto de carboidratos que isso tem! Continuar lendo

Um café e um Test Daf

No mês passado fiz o que se chama Test Daf, que é uma prova para provar conhecimento em lingua alemã. Na prática funciona como o IELTS ou TOEFL para inglês e é o mais aceito para entrar em uma universidade em alemão. A prova é super dificil e eu vou receber a nota só na semana que vem. De qualquer maneira vale o comentário sobre o processo como um todo.

scone vegetariano pure origins cafe Continuar lendo

Lá e de volta outra vez

De Vila do Capão pro Vale do Paty e de volta pra cidade, infelizmente. Vontade que dá é de ficar por lá, num dos lugares com energia mais legal, mais lindos e super vegetarian friendly. Um dos destinos que não se pode deixar de conhecer no Brasil! 🙂

chapada diamantina Continuar lendo

Rio!

Desde que comentei aqui que estava sofrendo com a tese, uma coisa sensacional aconteceu: eu terminei! Sim, isso acontece, eventualmente. Na verdade faz um tempinho, mas no dia seguinte que entreguei meu baby, fui direto pro Rio matar saudades e ficar um tempo por lá!

Matei saudades das pessoas e claro, da comida também. Nos dias que não me contentei em passear pelo hortifruti, deu pra ver uns restaurantes já conhecidos e até conhecer uns novos:

reino vegetal rio de janeiro Continuar lendo

Vegan Circle Train Brunch – V.C.T.B. #1

Voltei das férias e do tunel wagneriano da dissertação de mestrado, eba! Aliás, por que essa coisa de dead line, trabalhos acadêmicos e tal têm que ser sempre tão dramático?

Enquanto vou pensando nessas respostas e ainda não atualizando as novidades sobre comidinhas gostosas, uma dica de evento que achei, pra não dizer o mínimo, curioso! Um brunch, assim, no trem de S-bahn. Esse domingo, as 11 da manhã.

Tem o evento no livro de caras, onde conta que estarão no último vagão do S41, que fica rodando por Berlin. Cada um traz sua comidinha, com cuidado para o fato que no trem não tem banheiro, então não trazer bebida demais. Bilhete é opcional, pois quando as pessoas têm bilhetes do mês ou ano, podem no domingo levar uma pessoa de carona, o que pode (ou não, dependendo da sua sorte) incluir pessoas que se juntam ao brunch.

No evento lá, já tem umas 100 pessoas confirmadas. Vai virar o samba no trem em Berlin! 🙂

Rice Up

rice up oniguiri

Depois de longa ausência no lugar mais bundalado de Berlin, o vegberlin tá dominando neunkölln! hehehe, mentira, essa é só uma dica rápida que eu vi esses dias e queria compartilhar a alegria.

Seguinte: tem um pessoal aqui em Berlin fazendo oniguiri, que é tipo uma versão japonesa pra um snack, sanduiche, ou o que você quiser chamar. Eles vendem em algumas lanchonetes, de maneira meio irregular, outro dia vi até no supermercado orgânico Viv. Legal né!

rice up oniguiri

Pois bem, agora eles tem pelo menos um lugar fixo, com um quiosque na estação do U7 schönleinstr, mas detalhe que só abrem aos sabados! A vantagem de se despencar até lá é que comprando direto é bem mais barato. Enquando no mercado cobram 3€ e não tem todos os sabores, lá no quiosque custa a metade do preço e tem muito mais variedade! Vale lembrar que nem todos são vegetarianos, mas eles tem sim bastante variedade, que na maioria, inclusive, é vegana. Na foto em cima, o que comprei era de abobora hokaido com shitake. Muito phyno!!

Eu tenho um amor incondicional por oniguiri e mesmo que não tinha fome na hora que vi isso, comprei pra comer depois! Quando era pequena, tinha uma livraria no caminho da escola pra casa que por alguma razão misteriosa bizarra que só acontece no Rio, começou a vender Oniguiri. O meu irmão e eu, então, sempre comprávamos um na hora do almoço, era muito bom!

rice up oniguiri

Winterfell food

Tem mais ou menos uma semana que finalmente começou a nevar por aqui. A temperatura caiu bastante e chegou a fazer quase -20 um dia desses. Isso pede uma forma toda diferente de viver. No meu caso, não sair mais de casa e tomar muita sopa! Comidas pesadas, com muita batata também entram em cena. Foi ai que resolvi testar um presente que ganhei de aniversário que adorei: livro de receitas do Game of thrones!! 🙂

game of thrones food Continuar lendo

Testes em animais

Tava querendo fazer um post sobre testes em animais, desde que as internet ficou cheia de cachorrinhos fofos resgatados em um laboratorio no Brasil. Um monte de gente comentando que é feio teste e vários comentários.. De fato, tem muita coisa pra falar e por causa do tanto que tem, eu fiquei procrastinando pra escrever! Continuar lendo

Veg in Brandemburgo

Quando o verão ainda era uma realidade (pausa dramática), saimos eu e Axel pra um rolê de bike. Essa historia de cicloturismo é uma coisa bem bacana das Europas. Da primeira vez que ouvi falar isso, achei muito curioso e ri a beça, mas quando passei um tempo na Inglaterra, uma alemoa simpática me levou pra uma viagem de um final de semana e achei o maior barato. Desde então, tento não deixar passar uma oportunidade de viajar com bicicleta e a Alemanha é um pequeno paraíso pra essa modalidade, com estradas próprias, alojamento e muita infra estrutura. Vou falar então como um vega se vira no interior da Alemanha, que é bem diferente da realidade bio e vegan de Berlin. Vamos lá?

cicloturismo na alemanha

Continuar lendo