Rübengemüse, Grünkohl e Pinkel

comidinhas do inverno – pt.1

Quando as temperaturas lá fora estão caindo, aqui na Alemanha começa a epoca das comidas gostosas do inverno. Tem certas coisas que só fazem sentido comer nessa epoca, sejá por que só crescem entre outono e primavera ou simplesmente por que tem um valor calorico bem mais alto. E como nós nos paises frios sabemos bem: pra aquecer o corpo precisa queimar energia🙂.

IMG_20151205_160610_1

Beterraba e outros raizes – comida tipica do inverno alemão

O tipo de legumes mais relacionado com o inverno aqui são os raizes e os repolhos. Eu acho que tem a ver com a epoca da recolha e com o simples fato que duram bastante tempo. Antigamente quando não tinha geladeira e freezer os Alemães guardaram reservas de batatas, maçaes, peras, repolhos e raizes num lugar mais fresco (porão ou estoque de comida) e se alimemtaram ao longo da epoca fria disso. Hoje claro, não precisa mais disso e pode comprar comida de qualquer lugar em qualquer momento congelado no mercado ou até fresco nas lojas turcas da cidade que importam até mangas e papayas direto do Brasil.

Mesmo assim nos alemães continuamos comer pratos sazonais, talvez por que aprendemos na infancia com os nossos avôs e paes. Mesmo sendo vegetariano eu continuo com esse habito e gostaria apresentar a vocês meus dois pratos atual preferidos. O primeiro é bem simples e existe em varios versões: Rübengemüse. Se trata de uma mistura de beterraba e nabo feito no forno ou frito na panela. Como os raizes são bem duros e demoram pra ficar macios pode até combinar os dois tipos de preparação. Primeiro enrolar cada raiz num papel aluminio e deixar por 20min no forno e depois cortar em fatias e fritar devagar numa panela com fogo baixo ou medio. A receita original leva manteiga pra aumentar o gosto dos raizes, mas eu prefiro olho de coco por que é mas saudavel e claro: vegan. A minha combinação preferida e com salsicha veggie e cogumelos, mas pode também comer com batatas como prato unico.

IMG_20150125_202049

beterraba e nabo

IMG_20150125_202926

combina perfeito com salsicha veggie e cogumelos

Beterraba é muito popular aqui no inverno como base de um ensopado do leste europeio e da Russia, se chama Borchtch. Não sei se escrevi certo em portugues, em russo seria “Борщ”🙂 Eu amo essa comida que tradicionalmente leva repolho e batata também e vem temperado com louro, ervas frescas e uma colher de creme de leite (Smetana/Сметана) por cima.

IMG_20150307_220635_1

Борщ/ Borchtch ensopado de beteraba e repolho

Na foto podem ver como sopa de entrada para o meu segundo prato de inverno preferido. A base é um repolho tipo couve que só fica com gosto perfeito quando recolhido depois de ter pego o primeiro frio de zero graus e por isso começa entrar no cardapio dos alemaes normalmente no final de novembro/inicio de dezembro.

IMG_20151205_152613

Grühnkohl – a couve da Alemanha que só fica bom no inverno

O Grünkohl normalmente tem que cozinhar no minimo uma hora com cebolas, alho e temperos para pegar um gosto quase defumado. Mas pra quem não tem tanto tempo pode comprar precozido na lata que fica muito gostoso também.

IMG_20150307_202547

Grünkohl na lata que garante “recolhido manualmente” de origem regional do norte da Alemanha

Uma amiga nossa que vem de Bremen cozinhou pra gente outro dia um prato tipico do norte da Alemanha que leva esse repolho verde, liguiça e batata: o famoso “Grünkohl e Pinkel”. Nos trouxemos linguiças veggie feito de seitan que substituiram perfeitamente a carne por que eles tem uma consistencia mais dura e vem bem temperados. No inicio desse inverno eu recozinhei uma versão minha em casa e posso-le garantir que é facil de fazer e faz muito sucesso quando fora da casa começa congelar🙂. Voilá!

IMG_20150307_210126_1

“Kohl e Pinkel” – o prato tipico de Bremen, Hamburgo e toda norte da Alemanha

IMG_20151127_184718

minha versão caseira de Grünkohl com batata bio, salsicha veggie e mostarda

2 comentários sobre “Rübengemüse, Grünkohl e Pinkel

  1. Olá Mariana, em geral posso dizer que todas cidades maiores na Alemanha como Berlim, Munique, Frankfurt, Colônia, Hamburgo, Stuttgart, Leipzig e outras hoje em dia tem uma infraestrutura boa pra alimentação vegetariana. O que varia é a diversidade das ofertas. Berlim é o capital vegan mundial então não tem como comparar. Mas Munique, mesmo que está representando uma cultura carnívora alemã fortíssima, surpreende com muitos lugares “veggie-friendly” por receber muitas turistas internacionais e também por que hoje em dia é moda ser vegetariano. E nós podemos desfrutar disso, vendo sempre pelo menos uma opção vegetariana nos cardápios até dos restaurantes mais tradicionais bávaros. Tudo bem o “Kasspatzn” (tipo nhoque c queijo) não é comparável com os “Käsespätzle” do estado vizinho Badem-Würtemberg mais pelo menos deixa a barriga satisfeita e a famosa sobremesa “Kaiserschmarrn” mata a fome de 2-3 pessoas fácilmente.
    Agora se você for vegan ou tem intolerância a lactose as opções são limitado muitas vezes as saladas ou sopas. Nesse caso eu sempre recomendo buscar o conselho dos garçons e garçonetes. Explicando a situação é pedindo uma sugestão de forma gentil. Eu já vi muitas vezes pessoas oferecendo alguma combinação de carboidrato (batata, dumpling etc) e legumes ou verduras (Krautsalat, lentilha) que não estava no cardápio. A final os bavaros são um “tribo” bem tradicional mas ao mesmo tempo adoram mostrar pro mundo como são legais😉.
    O que também posso recomendar em Munique são os inúmeros restaurantes de cozinha internacional (italiano, indiano, asiático etc) que sempre tem ótimos pratos vegetarianos no cardápio ou você consulta o famoso site do Happy Cow que indica tudo ao seu redor que serve para a vida vegetariana/ vegana. Espero que podia ter ajudado e desejo uma ótima viagem e estadia em Munique!

  2. Olá, estou lendo vários posts do meu blog, é mesmo mto interessante! Vou pra Munique daqui 4 meses e estou um pouco preocupada com as refeições.. tem alguma forma de saber se a comida é veg? É fácil comer em restaurantes comuns ou pra ter certeza preciso ir em restaurantes vegetarianos/veganos mesmo?
    Obrigada!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s