Veggie em Tirol/ Alto Adige

Ano passado me mandaram pra trabalhar no sul de uma região que pertence a dois paises: Austria e Italia – para o Tirol ou como os Italianos chamam: o Alto Adige. Brasileiros devem ter ouvido da região pelo chapel “tirolês” e uns devem saber que o Tirol é cheio de castelos medivais. Mas a fama no lado culinario da região é quase completamente carnivora. Que é uma pena por que a localização climatica no sul dos alpes permite a plantação de bastante legumes e frutas. Pelo menos uma sobremesa vegetariana tipica de Tirol deve ter ficado conhecida no Brasil também – o maravilhoso “Kaiserschmarrn”.

o castelo que deu o nome para a regiao inteira. hoje tem um vilarejo do lado aproveitando muito bem do turismo que recebe milhares de visitantes no ano inteiro de qualquer canto do mundo.

O castelo Tirol que deu o nome para a regiao inteira. Hoje tem um vilarejo do lado aproveitando muito bem do turismo que recebe milhares de visitantes no ano inteiro de qualquer canto do mundo.

O famoso sobremesa "Kaiserschmarrn" é vegetariano, porém não é vegano. É tipo panqueca fatiada de uma massa de farinha, leite, manteiga e bastante ovos servido com frutas de varios tipos. Aquele na foto levava cerejas... nham!

A famosa sobremesa “Kaiserschmarrn” é vegetariano, porém não é vegano. É  tipo de panqueca fatiada de uma massa de farinha, leite, manteiga e bastante ovos servido com frutas de varios tipos. Aquele na foto levava cerejas… nham!

Como a região esta coberta de bastante floresta protegida ainda, se acha muitos “berries”, castanhas, nozes e cogumelos naturais sem ser plantado de humano. Teoricamente você pode sobreviver lá muito bem colhendo o “tesouro” da floresta e preparando tudo numa fogeira ou numa pedra quente. Adorei as castanhas feito na brasa de lá, mas a minha preferencia são os cogumelos tipicos, chamados “Pfifferlinge”. Só tem na epoca de verão (julho/agosto) e eles ficam melhor assado numa panela com pouquinho de sal e pimenta – uma delicia!

O que a floresta tirolesa ofereçe de graça: castanhas, berries, nozes e cogumelos. Os caramujos também tem, mas acho melhor deixar livres e vivos e nao comer...

O que a floresta tirolesa ofereçe de graça: castanhas, berries, nozes e cogumelos. Os caramujos também tem, mas acho melhor deixar eles livres e vivos e nao comer…

Os cogumelos "Pfifferlinge" só crescem no verão. Melhor maneira de prepara é na panela com manteiga, sal e pimenta só.

Os cogumelos “Pfifferlinge” só crescem no verão. Melhor maneira de prepara é na panela com manteiga, sal, pimenta e pouco de cebola só.

Plantações também tem, mas pode falar que são quase sómente biculturais: vinho e maça. Tem até trilhas que você pode fazer passeando de vinhedo pro vinhedo experimentando uvas e vinhos differentes. Mas o que realmente esta sendo plantado em grande escala são as maças. Infelizmente não sao mais só as variações antigas que se planta por aqui. Visto de cima os vales estão cheio de filheiras de maçeiras que nem pareçem mais avores – tudo para gerar uma recolha maxima para os supermercados da Europa. Mas de vez enquanto ainda acha umas plantaçoes mais familiar também até com direto de comprar as maças no caminho da caixa de confiança ;-).

Maças estão sendo plantadas em grande escala em Tirol e pelos dias ensoleradas e o clima quente são muito gostoso mesmo.

Maças estão sendo plantadas em grande escala em Tirol e por que tem muitos dias ensolerados e o clima esta quente no verão e outono eles são muito gostoso mesmo.

caixa de confiança no caminho da trilha: uma maça pra 10 cents :-).

Agora quem quer comer vegetariano nos restaurantes vai ter sempre pelo menos um prato. Ou se pede “Schlutzkrapfen” que é um tipo de ravioli recheado de espinafre ou “Käseknödel” – dumpling com pedaços de queijo dentro. Mas para quem segue a dieta vegana é muito dificil de achar opçoes nos restaurantes comuns da região. Porem existem dois restaurantes veganos muito bons do mesmo chef – um em Bolzano/ Bozen e outro mais recente em Merano/ Meran. Eu fui testar só aquele em Merano, se chama “Il punto vegetariano plaza” mas fui lá duas vezes por que era tão bom.

o restaurante vegano de Merano/Meran "il punto vegetariano" esta aberto para almoço e a noite para jantar também.

o restaurante vegano de Merano/Meran “il punto vegetariano” esta aberto para almoço e a noite para jantar também.

Pedi para entrada uma crema de abobora com semente de girassol e também não pode faltar cervejinha bio, ne?

Pedi para entrada uma crema de abobora com semente de girassol e também não pode faltar cervejinha bio, ne?

Como prato principal escolhi filtes de seitan num molho de vinho tinto e limão acompanhado de uma variação de legumes organicos da região.

Como prato principal escolhi filets de seitan num molho de vinho tinto e limão acompanhado de uma variação de legumes organicos da região.

O restaurante vegetariono de merano também oferece uma area fora num patio historico. vale a pena na hora do almoço ou no verão a noite também.

O restaurante vegetariono de merano também oferece uma area fora num patio historico. vale a pena na hora do almoço ou no verão a noite também.

Fiquei muito feliz de descobrir “Il punto vegetariano” que fica bem central, dentro da parte historica da cidade. Espero que vai fazer o mesmo sucesso que o restaurante em Bolzano já faz há anos. Mas a melhor dica, e isso só pode fazer em Merano, é comprar o sanduiche vegano deles (um kebab de tofu iu seitan) e subir com o teleferico do lado para o proximo monte. Lá pode sentar num banco e aproveitar o lunch com vista maravilhosa pra montanha e o vale inteiro e de lá pode começar sua trilha até o castelo Tirol também :-).

melhor coisa é levar o delicioso kebab vegano na hora do lunch e subir com teleferico pra comer com vista pra montanha :-)

a melhor coisa é levar o delicioso kebab vegano na hora do lunch e subir com teleferico pra comer com vista pra montanha :-)

direções:

Il punto vegetariano plaza – Via Mainardo 22 – Merano, Italy tel: 0473-238292 http://www.ilpuntovegetariano.it

Vegan Rockstar chefs

vegan chef volker mehl

Como eu tava falando no meu ultimo post há milênios atras, Berlin tá super bundalado como capital vega. O happy cow, um site de busca de restaurantes veg friendlys muito respeitado por este blog, definiu a cidade como “A cidade mais amigável para vegetarianos no mundo“, ganhando de capitais super veg, como Nova Iorque e Londres. É lindo, é vega, é super eco. Dá até vontade de comemorar com pizza de queijo vegan e esquecer o tanto de carboidratos que isso tem! Continuar lendo

Lucky Leek

josita hartanto lucky leek

Lucky Leek é um restaurante da turma dos pop vegan chef bundalados da Alemanha. Uma cena que merece ainda um post proprio, pois é um fenomeno antropologico super interessante! Bom pranós, que comemos comida bio vegan raw, e sei lá mais o quê. É caro, mas comparando com Rio, vira preço justo. Mesmo que venha escrito por extenso e isso soe mega esquisito, como nesse restaurante aqui. Mas vamos parar de papo e falar de comida, que é o que interessa! :) Continuar lendo

Um café e um Test Daf

No mês passado fiz o que se chama Test Daf, que é uma prova para provar conhecimento em lingua alemã. Na prática funciona como o IELTS ou TOEFL para inglês e é o mais aceito para entrar em uma universidade em alemão. A prova é super dificil e eu vou receber a nota só na semana que vem. De qualquer maneira vale o comentário sobre o processo como um todo.

scone vegetariano pure origins cafe Continuar lendo

Lá e de volta outra vez

De Vila do Capão pro Vale do Paty e de volta pra cidade, infelizmente. Vontade que dá é de ficar por lá, num dos lugares com energia mais legal, mais lindos e super vegetarian friendly. Um dos destinos que não se pode deixar de conhecer no Brasil! :-)

chapada diamantina Continuar lendo

Rio!

Desde que comentei aqui que estava sofrendo com a tese, uma coisa sensacional aconteceu: eu terminei! Sim, isso acontece, eventualmente. Na verdade faz um tempinho, mas no dia seguinte que entreguei meu baby, fui direto pro Rio matar saudades e ficar um tempo por lá!

Matei saudades das pessoas e claro, da comida também. Nos dias que não me contentei em passear pelo hortifruti, deu pra ver uns restaurantes já conhecidos e até conhecer uns novos:

reino vegetal rio de janeiro Continuar lendo

Vegan Circle Train Brunch – V.C.T.B. #1

Voltei das férias e do tunel wagneriano da dissertação de mestrado, eba! Aliás, por que essa coisa de dead line, trabalhos acadêmicos e tal têm que ser sempre tão dramático?

Enquanto vou pensando nessas respostas e ainda não atualizando as novidades sobre comidinhas gostosas, uma dica de evento que achei, pra não dizer o mínimo, curioso! Um brunch, assim, no trem de S-bahn. Esse domingo, as 11 da manhã.

Tem o evento no livro de caras, onde conta que estarão no último vagão do S41, que fica rodando por Berlin. Cada um traz sua comidinha, com cuidado para o fato que no trem não tem banheiro, então não trazer bebida demais. Bilhete é opcional, pois quando as pessoas têm bilhetes do mês ou ano, podem no domingo levar uma pessoa de carona, o que pode (ou não, dependendo da sua sorte) incluir pessoas que se juntam ao brunch.

No evento lá, já tem umas 100 pessoas confirmadas. Vai virar o samba no trem em Berlin! :)

Pirates, Banksy, Bristolpounds & Veggieburgers

Hello dear readers of vegberlin,

I was not posting anything the last months (!) and Camila already threatened to ban me of it. So I finally decided to write a post and by dooing so, internationalize it a bit. But thats not the only reason, why I write in English this time, its also because it is about a place in the UK – this time its all about Bristol! :-)

a city with maritime flair

a city with maritime flair

Continuar lendo

Vaust

O restaurante que vou falar é tão simpático, mas tão simpático, que atualmente concorrendo pelo posto de preferido entre os exclusivamente vegetarianos de Berlin. Super responsabilidade, né. E boa parte pelo serviço. Mentira, pela cerveja também. Eles fazem a própria cerveja vegetariana. Sei lá, né. Eu sempre achei que cerveja era vegetariana, mas pelo visto

a deles é ainda mais! Fora isso, fazem comida tradicional alemã, só que vega. É tipo melhor dos dois mundos!

vaust berlin Continuar lendo

Goodies

Meus queridos 2 leitores e tias, eu to morrendo pra entregar minha dissertação e por isso não escrevo mais! Eu fui nuns restaurantes mó legais e tal, mas rola maior culpa cristã de escrever. Maldito colégio católico, quando pensei que consegui virar atéia, lá está a culpa! (drama) Enfim, eu fico achando que pra sentar no computador é pra escrever tratados sociologicos e não sobre comida, então hoje vou falar de guleisemas num lugar socialmente correto, uhu!

goodies berlin Continuar lendo