O melhor cheescake do Hamburgo e outras delicias no “Mamalicious”

O velho porto de Hamburgo, hoje ponto de saide de passeio de barco e ótimo lugar pra passeiar e ver navios passando.

O velho porto de Hamburgo, hoje ponto de saida de passeio de barco e ótimo lugar pra passeiar e ver navios passando.

Hamburgo não é só uma cidade portuaria no norte da Alemanha com muita historia, Hamburgo é um universo proprio de varias cenas culturais cheio de influencias de todo lugar do mundo. Localisado na beira do rio Elbe que nasce na Republica tcheca, cruza a Alemanha inteira e corre na direção do mar do norte, Hamburgo conecta o sul e o interiror da Alemanha com o Atlantico. As primeiras ondas de migração dos Alemães para as Americas comecaram daqui e os bens exoticos da Asia/ India, Africa e America Latina chegaram na Alemanha pelo porto de Hamburgo. Devido um acordo de livre negocios entre cidades portuarias no norte da Europa – chamado a “Hanse” Hamburgo se desenvolveu muito rapido nos tempos coloniais e acumula até hoje uma classe burguesa muito bem situada. Passeiando pela cidade se vé muita casa e predio historico bonito que contam a historia do sucesso de negocios pelo mar. O velho porto hoje é um lugar muito legal pra passear e ver os navios descendo e subindo o rio. Um passeio de barco deixa o visitante imaginar como foi agitado a vida portuaria. Mesmo que os containers hoje não são mais carregados e descarregados em frente os cais e os ferries chegam e saiem em outros portos, ainda tem bastante movimento na agua e a construtora naval “Blohm + Voss” continua funcionando em frente dos cais da “Alte Landungsbrücken” um dos pontos turisticos principais da cidade.

porto de Hamburgo com a nova filarmonia ainda em construção

O porto de Hamburgo na vista da “Speicherstadt” antigo lugar de armazens com a obra da nova “Elbphilarmonie”.

 

Por causa do porto Hamburgo sempre precisava muita mão de obra e atraiu bastante gente de todo lugar que trabalhava nos cais, nos armazens e nos navios. Como toda cidade portuaria Hamburgo também tem um bairro perto do porto cheio de bares e lugares de diversão. Quem ainda não ouviu da famosa “Reeperbahn” com os seus botecos de marineiros e bares nocturnas de striptease? Tem até uma rua fechada de prostitução onde até hoje só homem entra. Claro que isso tudo virou grande atração turistica e hoje se vé mais grupos com guia passeando por aqui na noite do que marineiros :-).

O bairro vizinho do porto se chama “St. Pauli” e desde sempre foi lugar de artistas, estudantes, bohemians e trabalhadores que não tiveram dinheiro suficiente para morar nos bairros burgueses da cidade. No inicio do seculo vinte os comunistas se encontraram aqui, as lutas da rua contra os nazistas nos anos 30 ocorreram em St. Pauli e depois da segunda guerra mundial virou bairro roqueiro e nos anos 70 foram ocupado os primeiros predios pelo movimento anarquista na “Hafenstrasse”. A banda mais famosa do mundo os “Beatles” tocou o primeiro show deles aqui na “Große Freiheit” e até hoje pode curtir todo fim de semana shows ao vivo nos clubes do bairro. Aqui no estadio do “Millerntor” também é a casa do famoso FC St. Pauli clube de futebol culto que existe desde 1910 e nos anos 80 começou atrair toda torcida da cena punk e alternativa da cidade.

 

brasão do FC. St. Pauli com simbolo da cidade Hamburgo - o forte hanseatico vermelho e branco

brasão do FC. St. Pauli com simbolo da cidade Hamburgo – o forte hanseatico vermelho e branco

Do lado de St. Pauli existe um outro bairro com cena forte de bares e lugares de show e cultura o “Schanzenviertel”. O centro cultural “Rote Flora” se estabeleceu aqui nos anos 90 e até hoje continua sendo ponto de encontro da cena alternativa. As ruas por volta hoje são O lugar pra sentar num café durante o dia e sair a noite, encontrar amigos, comer num restaurante e ter uns bons drinques num bar ou na praça mesmo.

Na minha ultima viajem de trabalho para Hamburgo eu fui recomendado visitar um café/restaurante vega no Schanzenviertel que devido uma colega serve o melhor cheesecake de Hamburgo e tem café da manha o dia inteiro – o “Mamalicious”.

restaurante "Mamalicius" no bairro Schanzenviertel

restaurante “Mamalicius” no bairro Schanzenviertel

O legal do Mamalicious é que eles nem so servem café da manha mais sim varias comidas diferentes também e que eles tem um mesa-bar frente a janela. Aqui você pode ficar sentado, descansando e também observando as pessoas passeiando em frente e fazer suas observações antropologicas do bairro :-).

                                        parte interior do Mamalicious

parte interior do Mamalicious

Quem gosta de mais intimidade ainda tem opção de sentar na mesa e no verão eles colocam bancos pra fora onde pode tomar seu café e comer as delicias no solzinho. Falando nas delicias, vamos direto pra que importa aqui – a comida! O menu do dia sempre tem outras opções variando entre pratos e sopas e snacks. Todos com precos super acesiveis de 6 até 10 Euros. A cozinha fica numa plataforma no meio da sala e se quiser pode conversar com chefe direto :-).

cardapio em frente a cozinha aberta, contando com burgers, currywurst, gyros e outras delicias

cardapio em frente a cozinha aberta, contando com burgers, currywurst, gyros e outras delicias

Meu colega e eu pedimos o gyros vega com batatas, legumes frescos e um molho vegano (!) de zaziki (mistura grega com alho e hervas) que veio super bem servido como pode ver na foto abaixo. Ainda pedi uma Rhabarber-Holunder-Schorle bebida tipica da Alemanha que combina suco de ruibarbo que sozinho seria meio amargo com berries de sabugueiro – os dois altamente nutritivo e cheio de vitamina C e agua gasosa. Essa Rhabarberschorle aqui era a mais gostosa que já provei e nunca mais encontrei fora de Hamburgo.

Gyros vegan com country potatoes, pimentão e molho zaziki vegan acompanhado pela Rhabarberschorle

Gyros vegan com country potatoes, pimentão e molho zaziki vegan acompanhado pela Rhabarberschorle

Depois do prato principal que nos deixou bem satisfeito já, não resistimos de visitar o tesouro do Mamalicious: a vitrine dos bolos e tortas :-).

vista pro balcao e cozinha aberta no lado esquerda

vista pro balcao e cozinha aberta no lado esquerda

quero todos esses bolos! :-)

quero todos esses bolos! :-)

Aqui a escolha fica dificil entre os cheesecakes classicos e aqueles que vem misturado com chocolate ou frutas. Também tem cupcakes e outros doces que te deixam com agua na boca só de olhar. Tem até uma opção de cheesecake vegano que gostaria ter a receita pra fazer em casa. Eu decidi de experimentar um cheesecake classico com chocolate e deixo vocês imaginarem o gosto só pela foto…

melhor cheesecake com chocolate que já comi na minha vida - juro!

melhor cheesecake com chocolate que já comi na minha vida – juro!

E aí já comprou bilhete pra Hamburgo? Se não faça isso logo, por que cada dia aumenta a opção de lugares vega na cidade e o verão é a melhor epoca de visitar com muito movimento na rua e clima agradavel para passear e descobrir a cidade. Quem pega um dia chuvoso ou vai no inverno mesmo, recomendo visitar as galerias de foto e os museos da cidade. Até dia 6 de setembro ainda tem uma exposição temporaria bem legal sobre a historia da Tatuagem no “Museum für Kunst und Gewerbe Hamburg”. Segue o contato do Mamalicious:

 

Mamalicious – Vegetarian and Vegan Restaurant,

Max-Brauer-Allee 277, Hamburg, Germany

Tel: 040-37026944

http://www.mamaknows.de/

Veg in Marrocos

Inxalá! O VegBerlin visitou Marrocos e não achamos a Jade! Também não voltei com muito ouro, mas comi muito bem, obrigado.

Marrocos vegetariano

Por mais que em Marrocos não exista o conceito de vegan, pelo menos não como aqui em Berlin, que significa alternativas ao leite, tofu, bifes de seitan e sei lá mais o quê, Marroquinos são extremamente amigáveis e sabem como ninguém como receber. O maior conselho que se pode dar pra alguém indo ao Marrocos é: avise a todos que você é vegetariano, e eles vão dar um jeito e servir algo sensacional. Na rua, no restaurante, onde você for dormir, fale, se comunique, e ele te contam se tem carne, se tem leite e se tiver, onde você arruma algo legal. Só cuidado na hora de pagar! Mas isso é outra estória… Continuar lendo

Chaos theorie

chaostheorie berlin

Yuhuuu, VegBerlin voltou à Berlin. Esse café descobri ano passado e fiquei especialmente feliz porque fazem uma otima mistura de junk food com muitos doces e sem ser hamburger. Fora que é pertinho de casa, num ambiente bem agradável, colorido e com direito até a caveiras mexicanas. Tem como não amar? Continuar lendo

Veg in Salzburgo

salzburgo comida vegetariana

Antes de chegar na Austria, a imagem que tinha de lá era da fantastica terra do strudel de maça, a.k.a. Apfelstrudel. De fato em Salzburgo dá pra parar e comer um docinhos destes com café em praticamente qualquer esquina, mas a cidade é bem mais que isso. É uma gracinha e vale a pena um dia de visita. Acho que mais que isso só se houver um interesse específico, sei lá.. ficar fazendo tour do Mozart…  Vai sabel, né! De qualquer jeito, gastronomicamente, foi uma ótima surpresa! Continuar lendo

Chay Asia

Banzai! Na verdade não sei se os donos do restaurante dica de hoje são realmente japoneses, mas de qualquer maneira achei super válido eles terem inaugurado um lugar exclusivamente vegetariano para sushi. E o melhor de tudo: pertinho de casa! sushi vegetariano berlin Continuar lendo

Yoyo foodworld

Yey! VegBerlin está de volta a… Berlin! Finalmente. Gente, e não para de abrir restaurante vega novo pra esses lados, é impressionante. Acho que vou demorar ainda uns anos pra dar conta de comer em todos esses lugares. Enquanto isso, vou falar desse aqui, que é um classico de Friedrichsain, bem perto ali da Boxhagener Platz, onde tem uma feira fofa de legumes, comidinhas e badulaques bonitos, todo sabado. Dá pra combinar almoço no YoYo e docinho na feira, só uma ideia!

yoyo foodworld vegan food Continuar lendo

Refeitório Orgânico

Olá Vegas! Estava na terrinha e desta vez, finalmente fui no restaurante que durante muito tempo foi o meu preferido no Rio: o Refeitório Orgânico! Durante um tempo até morava ali do ladinho, mas evitava ir assim de bobeira, pra não ter o risco de enjoar. Era assim o meu amor. Foi otimo saber que não mudaram o cardápio, hahaha!

refeitorio organico veg berlin Continuar lendo

Veggie em Tirol/ Alto Adige

Ano passado me mandaram pra trabalhar no sul de uma região que pertence a dois paises: Austria e Italia – para o Tirol ou como os Italianos chamam: o Alto Adige. Brasileiros devem ter ouvido da região pelo chapel “tirolês” e uns devem saber que o Tirol é cheio de castelos medivais. Mas a fama no lado culinario da região é quase completamente carnivora. Que é uma pena por que a localização climatica no sul dos alpes permite a plantação de bastante legumes e frutas. Pelo menos uma sobremesa vegetariana tipica de Tirol deve ter ficado conhecida no Brasil também – o maravilhoso “Kaiserschmarrn”.

o castelo que deu o nome para a regiao inteira. hoje tem um vilarejo do lado aproveitando muito bem do turismo que recebe milhares de visitantes no ano inteiro de qualquer canto do mundo.

O castelo Tirol que deu o nome para a regiao inteira. Hoje tem um vilarejo do lado aproveitando muito bem do turismo que recebe milhares de visitantes no ano inteiro de qualquer canto do mundo.

Continuar lendo

Vegan Rockstar chefs

vegan chef volker mehl

Como eu tava falando no meu ultimo post há milênios atras, Berlin tá super bundalado como capital vega. O happy cow, um site de busca de restaurantes veg friendlys muito respeitado por este blog, definiu a cidade como “A cidade mais amigável para vegetarianos no mundo“, ganhando de capitais super veg, como Nova Iorque e Londres. É lindo, é vega, é super eco. Dá até vontade de comemorar com pizza de queijo vegan e esquecer o tanto de carboidratos que isso tem! Continuar lendo